quarta-feira, 27 de abril de 2016

VISCONDE VALPEREIRO,

Viscondes de Vale Pereiro

Titulares

Fontes

Correcções e actualizações

Para sugerir uma correcção ou uma actualização Click aqui

VISCONDE VALPEREIRO,

Casa dos Viscondes de Vale Pereiro / Quinta do Capitão Mendonça

IPA.00003633
Portugal, Bragança, Alfândega da Fé, Alfândega da Fé
 
Arquitetura agrícola e florestal. Quinta de produção de oliveira e amendoeira, com casa nobre de planta retangular, de construção de finais do séc. 19 / inícios do 20, e com portal de acesso à quinta setecentista, proveniente de outro solar da região.
Número IPA Antigo: PT010401020024
 
Registo visualizado 48 vezes desde 27 Julho de 2011
0
 
   
   

Registo

 
Conjunto arquitetónico  Edifício e estrutura  Agrícola e florestal  Quinta  Casa nobre  Tipo planta retangular

Descrição

Quinta composta por casa, e anexos agrícolas, dispostos a E. e a S., à volta de amplo pátio, em terra, e delimitado por alto muro, rebocado e pintado de ocre. CASA de planta retangular, e cobertura em telhados de quatro águas. Fachadas de dois pisos, rebocadas e pintadas de ocre, percorridas por soco, cunhais apilastrados e remate em friso e cornija. Fachada principal virada a O. rasgada no piso térreo por três portais de verga reta intercalados por dois óculos polilobados, e no andar nobre por cinco janelas de sacada, sobre mísulas, de verga reta encimada por frontão triangular alternado com curvo, e a central por frontão interrompido por brasão de família; a sacada central tem guarda em cantaria e as laterais em ferro. Fachada N. com os pisos separados por friso, o primeiro rasgada por quatro portais com moldura formando ligeiro recorte lateral e terminada em cornija, e seis janelas, três de sacada, com guarda em ferro e as restantes de peitoril, de moldura semelhante às inferiores, mas nas de peitoril formando brincos retos e avental. INTERIOR: no piso térreo situam-se vários quartos, salas e a zona de cozinha e copa. A sala de entrada tem paredes de estuque pintado a marmoreados fingidos. No andar nobre desenvolve-se, de E. para O., corredor, possuindo a sala de jantar a nascente, com lambril de madeira nas paredes, e do outro lado, um salão com teto de estuque, decorado com vários elementos, nomeadamente o monograma J. M do primeiro proprietário da casa (José Manso). O muro da quinta a N. integra portal granítico, de vão reto, ladeado por duas meias colunas toscanas e sobrepujado por frontão recortado, ornado de aletas, dois círculos concêntricos em alto relevo com quadrifólio central em baixo relevo, encimado por dois pináculos nas extremidades e cruz latina ao centro, sobre acrotério; emolduram as colunas, pelo exterior, aletas. Na face interna, o portal é austero e desprovido de decoração. Possui portão de duas folhas pintado de verde. No pátio, ergue-se ao fundo, edifício de um piso, onde se integra a garagem e uma cozinha com forno de pão, utilizado no período da colheita da azeitona, rasgada por ampla porta central, e duas laterais, esguias, com aduelas feitas de madeira. À direita, existe edifício de dois pisos, percorrido superiormente por um alpendre de madeira, albergando no primeiro os tratores e o escritório do feitor da quinta e no segundo a casa onde, outrora, se guardava a amêndoa.

Acessos

EN 215; Rua Capitão Mendonça, n.º 49

Protecção

Em vias de classificação (Homologado como IM - Interesse Municipal Despacho de setembro 18 fevereiro 1997)

Enquadramento

Urbano, circundado a N. e a O. por estrada, a última com separador central, tendo recentemente sido construído entre a fachada O. da casa e o portal da quinta edifício destoante. Nas imediações ergue-se a Câmara Municipal, o Tribunal e, junto ao portal N. da quinta, a Capela de São Sebastião.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Agrícola e florestal: quinta

Utilização Actual

Agrícola e florestal: quinta

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Época Construção

Séc. 18 / 19 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 18 - época provável da feitura do portal da propriedade; 1897 - José Manuel Martins Manso, grande proprietário no concelho de Alfândega da Fé, é agraciado pelo Rei D. Carlos com o título de Visconde de Vale Pereiro, localidade onde tinha um solar; séc. 19 / 20 - José Manuel Martins Manso manda construir a casa numa das principais praças de Alfândega da Fé; no muro da sua propriedade, manda colocar um portal de granito, encimado por uma cruz, proveniente de uma casa da família Távora, que comprara alguns anos antes, juntamente com uma sineira, que doa à Paróquia para a Capela de São Sebastião; posteriormente, é herdeira da casa a filha do primeiro Visconde de Vale Pereiro, D. Rosa Maria Cândida Manso de Mendonça; 1994, 18 outubro - proposto como Valor Concelhio pelo PDM de Alfândega da Fé, DR 241.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Granito, cimento.

Bibliografia

João Nunes, Casa do Capitão Mendonça ou Casa dos Viscondes de Vale Pereiro (http://alfandegafe.blogspot.pt/2011/07/casa-do-capitao-mendonca-ou-casa-dos.html), [consultado em 22-09-2014.].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, SIPA

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Séc. 20 - Obras de restauro e conservação.

Observações

EM ESTUDO.

Autor e Data

Alexandra Cerveira 1997

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo|Login