segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

PORMENORES,

JUNTA DE FREGUESIA DE ALFÂNDEGA DA FÉ,

Órgãos Autárquicos da Freguesia

Junta de freguesia Assembleia de Freguesia
Presidente: Rui Paulo Almendra Araújo Presidente: Luís Miguel Gil Sá
Secretário: António João Fernandes Martins 1º Secretário : Rui António Bernardo Salgueiro
Tesoureiro: Maria Arlete Simões Gomes Damasceno 2º Secretário: Liliana Isabel Araújo Jaldim

Contactos


     Telefone
Fax
E-mail
Geral
 279 462 298
279 462 298
junta.freguesia@sapo.pt
Presidente
919 306 826

 ruipauloaraujo@outlook.pt
Secretário
913 472 901


Tesoureiro
961 440 027


Morada

Junta de Freguesia de Alfândega da Fé
Rua Branco Rodrigues, n.º43
5350 – 067 Alfândega da Fé

Horário de Atendimento

Segunda à Sexta: 09h00 |12h30 14h00 | 17h30

Descrição da Freguesia

Aldeias anexas
Castelo
Distância à sede do concelho
 
Área da freguesia
40,62 km2
População residente
2055

domingo, 30 de dezembro de 2018

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE ALFÂNDEGA DA FÉ,

TEIXEIRA DA SILVA  *
Teixeira da Silva.JPG
.
ALFANDEGA DA FÉ é uma vila com cerca de dois mil e cinquenta habitantes de ambos os sexos no interior do seu perímetro urbano. É sede de um município fundado no ano de 1294, atualmente formado por doze freguesias, com a área total de 321,95 quilómetros quadrados habitada em permanência (recenseamento de 2011) por cerca de cinco mil e cem habitantes, o que transporta à densidade populacional de quase 16 (15,9) habitantes/quilómetro quadrado.
.
ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE ALFANDEGA é o corpo de bombeiros que presta serviço em toda a área concelhia. Foi fundada em 20 de dezembro de 1933 por um punhado de homens bons e briosos alfandeguenses de que se destacam (perdoem-me qualquer omissão involuntária) os ilustres JÚLIO MANUEL PEREIRA, URBANO ULISSES URZE PIRES, FRANCISCO JOSÉ LEMOS DE MENDONÇA, MÁRIO DA CONCEIÇÃO MIRANDA, MANUEL MARIA MARTINS, JOÃO PEDRO TRIGO, JOSÉ LOPES, ÁLVARO DE JESUS LAGOINHA, MANUEL ANTÓNIO FERREIRA, ISMAEL MARTINS, ÁLVARO JOSÉ PIRES, ACÁCIO AUGUSTO ALBUQUERQUE, ALÍPIO JOSÉ TRIGO, ACÁCIO ALÍPIO TRIGO  e MÁRIO JOAQUIM TRIGO. As suas instalações iniciais estavam afastadas entre si; a sede ficava no centro da vila junto à Torre do Relógio, por sua vez a garagem das viaturas localizava-se nas Barreirinhas. O primeiro acervo era constituído por carros braçais e posteriormente foi adquirido um carro descapotável, que foi o primeiro da corporação a utilizar pneus de borracha.
No ano de 1934 foi formada a banda dos bombeiros que durou até 1995 e que começou por ser ensaiada pelo conhecido mestre local apelidado de “Repolho”. Poder-se-á dizer que o verdadeiro primeiro quartel ficava na Rua João de Deus, precisamente no edifício onde se encontra a “Taberna da Dona Beatriz”. Por sua vez, o segundo ficou situado na Praça do Município e para a sua construção foram necessárias todas as mãos dos residentes e até de outros locais próximos, pois quem não pudesse oferecer dinheiro, oferecia uma jorna (dia de trabalho). Este quartel veio a ficar concluido no  ano de 1959 e nas suas instalações já se evidenciava uma sala destinada a camarata, um gabinete para as reuniões da direção e comando e uma outra sala equipada com bar e mesa de bilhar; em anexo existia uma sala polivalente onde se podiam realizar vários tipos de espetáculos. 
O terceiro quartel/sede (o que chegou aos nossos dias) foi edificado na atual Avenida dos Bombeiros Voluntários, sendo a sua construção do ano de 1992. O primeiro comandante desta associação foi o ilustre, Carolino Abílio Urze que cumpriu o mandato entre os anos de 1933 a 1940, ano em que foi substituído por Jeremias Clemente Ferreira que ocupou o cargo até 1984. Já agora o terceiro comandante foi Manuel Cordeiro até 2000, encontrando-se desde essa altura no exercício de funções, João António Cordeiro Martins.
Atendendo-se à data da constituição, esta associação encontra-se no a comemorar o seu octogésimo quatro aniversário.
.
(Baseado em publicação amavelmente oferecida ao cronista pela associação humanitária)